Acompanhe 12 dicas de como ser vegetariano nos dias úteis da semana

Algumas campanhas, como o Segunda Sem Carne, estão mostrando os benefícios de ser vegetariano ou então de ter esse estilo de alimentação em apenas certos dias da semana. Exemplos individuais também podem ter influência positiva nesse tipo de comportamento, como o testemunho do fundador do site TreeHugger, Graham Hill, que explica os motivos que o levaram a se tornar um vegetariano em todos os dias úteis (confira vídeo no fim da página). A redução da sua pegada hídrica, a vida mais saudável que leva, a economia de dinheiro, a diminuição de emissão de gases poluentes e a perda de um pouco de peso estão entre os fatores citados.



Esse tipo de divulgação está fazendo com que surjam dois tipos de vegetarianos ocasionais. O primeiro é aquele que se considera vegetariano, mas que, às vezes, come carne - mesmo assim, quer se incentivar a continuar no vegetarianismo. E o outro é o que come carne, no entanto, quer ter uma alimentação mais balanceada e saudável. Se você se encaixa em um desses tipos, acompanhe abaixo doze dicas de como ser vegetariano em pelo menos cinco dias úteis da sua semana:

1. Faça uma mudança em sua despensa

Para isso, chame seus amigos para agilizar o serviço. Depois de esvaziada a despensa, prepare-se para as compras. A lentilha e o grão de bico são ótimas opções saudáveis, mas existem outros tipos de feijões e ervilhas que você pode acrescentar à lista de compras, como os tipos cannellini, manteiga e preto, ótimos para o fornecimento de proteínas. Para não deixar carboidratos de fora, opções são o trigo bulgur, a quinoa, a cevada de pérola e vários tipos de arroz, como o arbóreo, o integral e o selvagem;

2. Quando jantar ou almoçar fora, vá a um restaurante vegetariano

Com isso, além de criar o hábito de comer comida vegetariana fora de casa, é possível se inspirar em vários pratos e ideias para fazer em casa. Para cozinhar comida vegetariana nos cinco dias da semana, você vai precisar de muita criatividade e imaginação, que podem ser aguçadas nesses locais;

3. Dê prioridade a certos utensílios de cozinha

Principalmente às boas e confiáveis facas, ao processador de alimentos e à temível e eficiente panela de pressão;

4. Transforme-se em um especialista em alimentos


Escreva nas suas redes sociais os conselhos alimentares que tiver e acumule receitas que você encontrar em livros ou na própria internet. Invista em bons livros de culinária e acompanhe programas televisivos de culinária que te interessem;

5. Menos frango e mais ovos

Caso você não tenha problemas de peso e colesterol, os ovos são uma ótima opção de alimento saudável e rico em proteínas. Além dos tradicionais ovos mexidos, cozidos, e da omelete, também é possível fazer quiche, frittata e tortilhas;

6. Aprenda sobre nutrição

Aproveitar o estilo de vida vegetariano para aprender a se educar sobre os nutrientes que os alimentos contêm é uma ótima pedida. Reutilizar aqueles papéis em que a lista de compras foi anotada para escrever sobre os valores nutritivos dos legumes, carboidratos, frutas, proteínas, nozes, sementes e outras especiarias, na hora em que estiver fazendo compras. Outra possibilidade excelente é consultar um nutricionista. Ele pode fazer recomendações interessantes para balancear sua dieta vegetariana;

7. Substitua as comidas prontas e não saudáveis pela vegetariana

Faça comidas veggie e deixe-as prontas para quando chegar em casa com fome e preguiça de cozinhar. Em vez de ceder à velha pizza, esquente esses alimentos saudáveis e tenha uma boa refeição;

8. Experimente ousar nas receitas


Quando você estiver com o conhecimento sobre culinária vegetariana ampliado, seja criativo e inove nos ingredientes. Mais experiência, confiança, eficiência e criatividade na cozinha;

9. Dois é melhor que um

Cozinhe duas refeições de uma só vez. Depois, basta congelar a comida. A vantagem de se cozinhar com antecedência é que os molhos de tomate e os ensopados ficam com um gosto melhor no dia seguinte;

10. Escolha a carne certa

Se estiver sentindo falta de comer carne, procure por opções feitas com soja;

11. Lembre-se de comer peixe

Reserve pelo menos um dos dois dias em que você pode comer carne para se alimentar de peixe nas refeições principais. Assim, você evita o consumo de carne bovina (que gasta muito mais água e energia em seu processo de produção) e sua memória e saúde vão agradecer;

12. Se tiver um deslize, tudo bem

A dedicação é sempre importante, no entanto, não deve vir com muita rigidez. De vez em quando, em uma ocasião especial, o feijão pode ser trocado pela carne. Lembre-se: o vegetarianismo é um processo.

Em todos os casos acima, procure sempre alternativas de verduras e frutas orgânicas, que não são tratadas com fertilizantes químicos e pesticidas.